Facebook lança ferramenta de prevenção do suicídio globalmente

O Facebook é hoje uma dos maiores meios de comunicação, principalmente para aqueles com dificuldades de interação social e sofrem com problemas de depressão. Por isso, a rede social acaba se tornando uma ferramenta importante para grupos de apoio a essas pessoas, e uma forma de pedir ajuda.

Sabendo disso, a empresa agora lançou globalmente uma ferramenta que permite aos usuários marcarem anonimamente postagens de amigos que forem consideradas potencialmente de teor suicida.

Com a ferramenta, os usuários encontrarão um botão que permite reportar mensagens, e poderão optar por deixar o Facebook chegar a esse amigo e oferecer algum tipo de ajuda ou materiais de apoio para orientação.

Anteriormente, esta ferramenta estava disponível para alguns usuários apenas em inglês, mas agora será distribuída globalmente. O Facebook diz que há uma equipe para monitorar as mensagens sinalizadas 24 horas por dia, sete dias por semana.

Em 2014, o Facebook ficou sob a mira de críticos por manipular a linha de tempo dos usuários, priorizando mensagens negativas e positivas, em um tipo de teste para ver como afetaria as emoções dos usuários. De acordo com o New York Times, os pesquisadores da empresa descobriram que mensagens com associações negativas costumam receber mensagens longos e empáticas.



Equipe do projeto de prevenção de suicídio do Facebook, da esquerda para a direita: Jennifer Guadagno, Vanessa Callison-Burch, Valerie Chao, e Oksana Timonin

“As pessoas realmente querem ajudar, mas muitas vezes elas simplesmente não sabem o que dizer, o que fazer ou como ajudar os seus amigos”, disse Vanessa Callison-Burch, gerente de produto do Facebook que trabalha no projeto.

A empresa disse que o seu trabalho com a prevenção do suicídio começou há cerca de 10 anos, depois de uma série de suicídios em Palo Alto, Calif, antiga localização da sede da rede social e cidade em que Mark Zuckerberg vive.

Algumas organizações sem fins lucrativos e pesquisadores pressionam o Facebook para ser mais agressivo em seus esforços de prevenção do suicídio, na esperança de que essas mudanças também levem outras gigantes da tecnologia a agir de forma semelhante.

“Estamos perdendo mais pessoas para o suicídio do que para o câncer da mama, acidentes de carro, e homicídios”, disse o Dr. Dan Reidenberg, o diretor-executivo do Save.org. “Nós ficaríamos felizes se outras empresas aderirem ao movimento.”

Fonte: Tudocelular

Fique conosco por mais tempo! Inscreva-se em nossas redes sociais abaixo para receber automaticamente novidades, promoções e lançamentos:
Seguir a Magazine Feminina via Facebook
Seguir a Magazine Feminina via Instagram
Seguir a Magazine Feminina via Twitter
Seguir a Magazine Feminina via Pinterest
Seguir a Magazine Feminina via Google Plus

Se quiser, inscreva-se também para receber nossos conteúdos selecionados por e-mail e deixe seu comentário sobre esta postagem no formulário abaixo.
Muito obrigada pelo carinho =D






Produtos Recomendados

Silvia Rehn
Diretora de Conteúdo da Magazine Feminina, Gaúcha morando no Rio de Janeiro, Publicitária com Especialização em Planejamento de Comunicação e Marketing de Conteúdo.

Comente Aqui 😍 Vamos amar conhecer sua opinião! 👏👏👏

Please enter your comment!
Please enter your name here