Início SAÚDE Corpo Saxenda: Saiba tudo sobre o Medicamento para Obesidade

Saxenda: Saiba tudo sobre o Medicamento para Obesidade



Em Março de 2016, a ANVISA liberou o uso do medicamento chamado de Saxenda que serve para o emagrecimento de pessoas com obesidade. Mesmo liberado pela ANVISA, é importante ressaltar que o medicamento tem diversos efeitos colaterais. Exatamente por isso nem todos os adulto podem usar o remédio, pelo contrário, existem diversas contra-indicações que precisam ser compreendidas antes de mais nada. Até mesmo as pessoas que estiverem 100% dentro das recomendações de uso, precisam tomar uma série de cuidados durante a utilização do medicamento.

Para que você possa entender melhor o que é o medicamento e como ele funciona, realizamos uma pesquisa no site do próprio laboratório (saxenda.com) que possui a patente do remédio para entendermos a fundo até onde o uso do medicamento pode ser bom ou ruim.

Gostaríamos de deixar bem claro que as informações abaixo tem objetivo informativo. Este artigo não tem intenção de induzir a tomar ou a deixar de tomar o remédio Saxenda. Nosso objetivo é apenas trazer informações para que junto de seu médico endocrinologista você possa tomar as decisões que achar que forem melhores para você.


Saxenda o Medicamento que Combate a Obesidade

Saxenda Obesidade Emagrecimento

É o primeiro medicamento aprovado contra a obesidade no País desde 1998. Desde então, os únicos dois remédios contra obesidade no Brasil eram sibutramina e orlistat. Agora está liberado também o Saxenda (liraglutida) que tem o mesmo princípio ativo do Victoza, que for aprovado no Brasil em 2010, para o controle do diabetes tipo 2.

De 2010 para cá, obesos mais curiosos foram descobrindo aos poucos este remédio (Victoza)  e isso gerou uma demanda  nas farmácias por pessoas que não são diabéticos. Na época, a Anvisa divulgou comunicado contraindicando qualquer uso do Victoza diferente do aprovado, mas depois de alguns estudos, a organização mudou de opinião.

A Anvisa anunciou em seu site no último dia 29 de Fevereiro que aprovou o registro do medicamento Saxenda (liraglutida) para controle crônico de peso. A liberação deve estar associada a uma dieta baixa em calorias e aumento de exercício físico. O registro foi publicado no Diário Oficial da União desta segunda-feira (29).

A indicação de uso da formulação é para adultos com Índice de Massa Corporal (IMC) de:
– 30kg/m² ou maior (obeso) ou;
– 27kg/m² ou maior (sobrepeso) na presença de pelo menos uma comorbidade relacionada ao peso, como disglicemia (pré-diabetes e diabetes mellitus tipo 2), hipertensão arterial, dislipidemia ou apneia obstrutiva do sono.

A liraglutida é um agonista do receptor do peptídeo semelhante ao glucagon 1 humano acilado (GLP-1). O GLP-1 é um regulador fisiológico do apetite e da ingestão de calorias e o seu receptor (GLP-1R) está presente em várias regiões do cérebro envolvidas com a regulação do apetite.

Produzida pelo laborarório Novo Nordisk, a droga é 97% similar ao GLP1 (hormônio produzido pelo intestino, responsável por diminuir o apetite e que ajuda a diminuir a pressão arterial e o colesterol).


Como funciona o Saxenda

O medicamento imita a ação do GLP1, substância produzida pelo corpo que reduz o apetite. Trata-se de um medicamento injetável aprovado pela ANVISA. Quando usado com uma dieta de refeições de baixa caloria e aumento da atividade física, pode ajudar alguns adultos com excesso de peso a perderem peso e manterem esta perda estável. O medicamento não é para o tratamento de diabetes tipo 2 e não deve ser utilizada com Victoza ou qualquer outro agonista do receptor de GLP-1 ou insulina.

Fonte: Saxenda.com

Benefícios do Saxenda

Os resultados de um estudo médico mostrou perda de peso significativa na utilização do medicamento.

Nos Estados Unidos, foi realizado um estudo em que diversas pessoas foram submetidas ao medicamento e outras foram submetidas a um placebo (que é um “falso remédio” apenas para fins de estudos clínicos). O mesmo grupo de pessoas foi submetido a uma dieta de baixas calorias e atividades físicas regulares. O estudo médico mostrou que os pacientes que usaram o remédio Saxenda, perderam quase 2,5 vezes mais peso com a mesma dieta e os mesmos exercícios em comparação aos pacientes que usaram apenas o placebo.

A pesquisa durou 56 semanas e foi realizada com adultos com excesso de peso (IMC ≥27) com, pelo menos, uma doença relacionada com o peso, ou obesidade (IMC ≥30), não incluindo os pacientes com diabetes tipo 2.

As alterações no peso corporal ao longo de um ano

O gráfico abaixo é de um estudo de 1 ano com mais de 3.500 adultos. Ela mostra a variação média de peso corporal em 56 semanas. Os resultados individuais podem variar.

Saxenda Obesidade Emagrecimento

Como usar Saxenda

Saxenda é um medicamento aplicado uma vez por dia, sendo auto-injetável. Ele tem um formato que lembra uma caneta, que tem uma agulha na ponta. Esta caneta, nada mais é do que uma seringa disfarçada. Dentro da caneta está o remédio e seguindo as orientações do seu endocrinologista, você indica a quantidade de medicamento a ser injetada e depois aplica a agulha na parte de cima do braço, alí onde geralmente levamos vacinas, na área adiposa abdominal ou na coxa. Alguns diabéticos também aplicam a vacina no bumbum. A aplicação é variada, cada dia em um lugar par que nenhuma parte do seu corpo fique marcada com muitos furinhos. Segundo o site do medicamento, você pode tomar o remédio a qualquer momento do dia, quando for mais conveniente, com ou sem alimentação associada a aplicação.

A canetinha Saxenda devem ser mantidas em espaços refrigerados como geladeira entre 2 ° C a 8 ° C. Após a primeira utilização, conservar na geladeira com uma temperatura de 15 ° C a 30 ° C. As canetas em uso devem ser jogados fora depois de 30 dias, mesmo que eles ainda tenham remédio dentro. Jamais congele o medicamento, se congelar, jogue o remédio fora.

Como devo usar Saxenda?

  • Injectar a sua dose de Saxenda sob a pele (injeção subcutânea) em sua área do estômago (abdómen), coxa (coxa), ou no braço, como instruído pelo seu médico. Não injetar na veia ou no músculo
  • Nunca compartilhe sua caneta aplicadora ou agulhas com outra pessoa. A agulha pode passar infecções suas para eles ou deles para você.

Hipoglicemia é uma reação considerada normal na utilização do Saxenda. Por isso, ao usar o medicamento, monitore sempre o seu nível de açúcar no sangue. Níveis de açúcares baixos no sangue podem causar choques de hipoglicemia e isso pode ser muito grave. Choques de hipoglicemia podem levar a confusão mental, motora e até mesmo coma, cegueira e morte. Converse com o seu endocrinologista para que ele lhe explique o quão sério isso pode ser.

Indicações e Utilização do Saxenda

O que é Saxenda?

Saxenda é um medicamento de prescrição injetável que pode ajudar alguns adultos com excesso de peso (índice de massa corporal [IMC] ≥27) que também têm problemas médicos relacionados com o peso ou a obesidade (IMC ≥30). Saiba mais:

  • Não é para o tratamento de diabetes tipo 2
  • Saxenda e Victoza ® tem o mesmo ingrediente activo, liraglutida, e não devem ser usados em conjunto
  • Não deve ser utilizado com outros medicamentos de GLP-1 receptor agonista
  • Saxenda e insulina não devem ser usados em conjunto
  • Não se sabe se o medicamento é seguro e eficaz quando tomado com outra prescrição, como por exemplo produtos naturais para perda de peso
  • Não se sabe se o medicamento muda o risco de problemas cardíacos ou acidente vascular cerebral ou de morte causado por problemas cardíacos ou acidente vascular cerebral
  • Não se sabe se o medicamento pode ser usado com segurança em pessoas que tiveram pancreatite
  • Não se sabe se o medicamento é seguro e eficaz em crianças com menos de 18 anos de idade. O Saxenda não é recomendado para utilização em crianças

FONTE: Site Oficial 

Perigos conhecidos sobre o Saxenda

Qual é a informação mais importante eu deveria saber sobre Saxenda® ?

Efeitos secundários graves podem ocorrer em pessoas que tomam o medicamento, incluindo:

  1. Tumores da tiróide possíveis, incluindo câncer. Durante o processo de teste do medicamento, o  Saxenda desenvolveu tumores da glândula tireóide em ratos de laboratório. Alguns desses tumores tinham origem cancerígena. Em pessoas, não se sabe se o medicamento irá causar tumores da tiróide, ou um tipo de cancer da tiróide, chamado de câncer medular da tiróide. O câncer medular de tireóide pode levar à morte se não for detectado e tratado precocemente. Se você desenvolver tumores ou cancer na tiróide, sua tireóide pode ter que ser removida cirurgicamente.
    • Antes de começar a tomar o medicamento, informe o seu médico se você ou algum de seus familiares tiveram câncer de tireóide, especialmente medular, ou neoplasia endócrina múltipla tipo síndrome de 2 (MEN 2). Não tome o remédio se você ou algum de seus familiares têmcâncer medular da tiróide. Pessoas com essas condições já têm uma maior probabilidade de desenvolver câncer medular da tiróide em geral e não deve tomar Saxenda
    • Durante o uso do medicamento:  Se surgir caroço ou inchaço no pescoço, rouquidão, dificuldade para engolir, ou falta de ar, informe o seu médico imediatamente. Estes podem ser sintomas de câncer de tireóide.
  2. A inflamação do pâncreas (pancreatite), que pode ser grave e levar à morte.
    • Antes de tomar Saxenda, informe o seu médico se você já teve: pancreatite, pedras em sua vesícula biliar (cálculos biliares), uma história de alcoolismo, ou os níveis de triglicéridos no sangue. Estas condições médicas podem levar você a ter uma probabilidade maior de em usando o medicamento desenvolver pancreatite.
    • Durante o uso do medicamento: Pare de tomar Saxenda imadiatamente e procure o seu médico se você tiver dores abdominais, na região do estômago. A dor pode ocorrer com ou sem vômitos. A dor pode ser sentida indo de seu abdômen para as suas costas. Este tipo de dor pode ser um sintoma de pancreatite.

Quem não deve usar Saxenda?

NÃO deve usar Saxenda se:

  • quem não tem prescrição médica
  • quem não é obeso com IMC acima de 30
  • você ou algum de seus familiares têm uma história de câncer medular da tiróide
  • você tem neoplasia endócrina múltipla tipo síndrome de 2 (MEN 2). Esta é uma doença em que as pessoas têm tumores em mais do que uma glândula no seu corpo
  • você é alérgico a liraglutide ou qualquer um dos ingredientes em Saxenda. Os sintomas de uma reacção alérgica grave podem incluir: inchaço do rosto, lábios, língua ou garganta, desmaio ou sentir tonturas batimentos cardíacos, muito rápida, problemas em respirar ou engolir, e erupção cutânea grave ou comichão. Fale com o seu médico se você não tem certeza se você tem alguma destas alergias acima
  • está grávida ou planeja engravidar. O medicamento pode prejudicar o feto

O que devo dizer ao meu médico antes de usar Saxenda?

Antes de tomar Saxenda, informe o seu médico se você:

  • tem alguma das condições listadas acima
  • toma certos medicamentos chamados de receptores de GLP-1
  • é alérgico a liraglutide ou qualquer um dos outros ingredientes em Saxenda
  • tem graves problemas com seu estômago, como desacelerou esvaziamento do estômago (gastroparesia) ou problemas com digestão dos alimentos
  • tem ou teve problemas renais ou hepáticos
  • tem ou teve depressão ou pensamentos suicidas
  • tem quaisquer outras doenças crônicas doagnosticadas
  • está grávida ou a planear engravidar. Saxenda pode prejudicar o feto. Se você ficar grávida durante o tratamento do medicamento informe ao seu médico imediatamente
  • está amamentando ou planeja amamentar. Não se sabe o medicamento passa para o leite materno

Ante de tomar o remédio, faça uma lista com todos os medicamentos que você costuma tomar. Informe o seu médico sobre todos os medicamentos que toma, incluindo remédios com ou sem prescrição como, chás, vitaminas e suplementos alimentáres. O Saxenda retarda o esvaziamento gástrico e pode afetar a funcionalidade de medicamentos que necessitem ser absorvidos pelo estômago.O medicamento pode afectar a forma como alguns medicamentos funcionam e alguns medicamentos podem afectar a forma como Saxenda funciona. Informe o seu médico você toma medicamentos para a diabetes, especialmente medicamentos sulfoniluréias ou insulina.

Quais são os possíveis efeitos colaterais do Saxenda?

Saxenda pode causar efeitos secundários graves, incluindo:

  • possíveis tumores da tiróide, incluindo o câncer
  • inflamação do pâncreas (pancreatite)
  • problemas de vesícula. Saxenda ® pode causar problemas da vesícula biliar, incluindo cálculos biliares. Alguns problemas da vesícula biliar precisam de cirurgia. Ligue para o seu médico se você tiver qualquer um dos seguintes sintomas: dor no estômago superior (abdómen), febre, coloração amarelada da pele ou olhos (icterícia) e fezes cor de argila
  • baixo nível de açúcar no sangue (hipoglicemia) Saxenda pode causar baixa de açúcar no sangue em pessoas com diabetes tipo 2 que também tomam medicamentos utilizados para tratar diabetes tipo 2 (tais como sulfoniluréias). Em algumas pessoas, o açúcar no sangue pode ficar tão baixo que eles precisam de outra pessoa para ajudá-los. Se você tomar um medicamento sulfonilureia, baixa de açúcar no sangue podem incluir: tremores, sudorese, dor de cabeça, sonolência, fraqueza, confusão, irritabilidade, fome, batimento cardíaco rápido, sentir-se nervoso, e tonturas. Você deve sempre monitorar seu nível de açúcar no sangue antes de começar a tomar Saxenda e, enquanto você toma o mesmo.
  • aumento da frequência cardíaca. Ele pode aumentar sua freqüência cardíaca enquanto você está em repouso. O seu profissional de saúde deve verificar a sua frequência cardíaca enquanto você tom o medicamento. Informe o seu profissional de saúde se você se sentir o seu coração acelerado ou batendo em seu peito e se prolonga por vários minutos quando tomam Saxenda ®
  • problemas nos rins (insuficiência renal). O remédio pode causar náuseas, vómitos, diarreia ou levando à perda de fluidos (desidratação). A desidratação pode causar insuficiência renal, o que pode levar à necessidade de diálise. Isso pode acontecer em pessoas que nunca tiveram problemas renais antes. Beber muitos líquidos pode reduzir suas chances de desidratação. Ligue para o seu profissional de saúde imediatamente se tiver náuseas, vómitos ou diarreia que não vai embora, ou se você não pode beber líquidos por via oral
  • reacções alérgicas graves. Reacções alérgicas graves podem acontecer com o uso do medicamento. Pare de usar Saxenda, e pedir ajuda médica imediatamente se você tem quaisquer sintomas de uma reacção alérgica grave
  • depressão ou pensamentos suicidas. Você deve prestar atenção a quaisquer alterações mentais, especialmente mudanças repentinas, no seu humor, comportamentos, pensamentos ou sentimentos. Ligue para o seu profissional de saúde imediatamente se você tiver quaisquer alterações mentais que são novos, pior, ou você se preocupe

Efeitos colaterais comuns da Saxenda incluem náuseas, diarréia, constipação, baixa de açúcar no sangue (hipoglicemia), vómitos, dor de cabeça, diminuição do apetite, dor de estômago, cansaço, tonturas, dor de estômago, e as mudanças na enzima (lipase) níveis no sangue. A náusea é mais comum quando a primeira partida Saxenda, mas diminui ao longo do tempo na maioria das pessoas como o seu corpo se acostuma ao medicamento. Informe o seu profissional de saúde se você tem qualquer efeito colateral que incomoda você ou que não vai embora.Você encontra mais informações sobre o Saxenda nestes dois links: Informações sobre Prescrição e Guia de Medicação.

Gostou deste conteúdo? Não esquece de compartilhar com aquela sua amiga que também vai amar!
Beijos e até a próxima. Fique por dentro das novidades em nossas Redes Sociais:

Instagram.com/Magazine.Feminina
Twitter @MagFeminina
Pinterest.com/MagazineFeminina
Facebook.com/MagazineFeminina

♥ Muito Obrigada pelo Carinho! ♥