AFB abre Inscrições para Cursos Gratuitos de Dança a Deficientes Visuais


A AFBAssociação Ballet de Cegos Fernanda Bianchini, única companhia de dança especializada na técnica de ensino para alunos com esse tipo de deficiência no mundo, está com inscrições abertas para cursos gratuitos de Ballet Clássico, Sapateado, danças de Salão, do Ventre e Contemporânea. Existem também algumas vagas para cursos de Coral, Expressão Corporal e Teatro.

Os cursos são gratuitos, sendo 60% das vagas destinadas a deficientes visuais, 30% a outros tipos de deficiência (auditiva, motora, intelectual e Síndrome de Down, dentre outras) e 10% para alunos não deficientes, para trabalhar o que a associação chama de inclusão às avessas.

A AFB conta com 13 professores de dança, entre eles, as deficientes visuais Geyza Pereira da Silva e Veronica Batista, formadas na própria entidade, além de Fernanda Bianchini, gestora da associação, bailarina e fisioterapeuta que em 1995 iniciou um projeto experimental com 10 alunas cegas. O projeto inovador acabou se tornando referência mundial em metodologia para o ensino da dança a pessoas com deficiência visual.

Na grade de aulas semanais, os professores se revezam no atendimento a mais de 200 alunos, divididos em grupos, por modalidades de aprendizado. Exercícios de Pilates e Fisioterapia fazem parte da grade, com a finalidade de promover saúde e bem-estar aos bailarinos. Essas aulas são extensivas também a qualquer pessoa que queira ingressar nos grupos, porém mediante pagamento de mensalidades aos não bailarinos. A arrecadação contribui para a manutenção da instituição.

 

Sediada na Vila Mariana, zona Sul da cidade de São Paulo, a AFB já rodou o mundo com bailarinos da Cia. Ballet de Cegos, realizando apresentações em diversos estados brasileiros e outros países, destacando sua participação no Documentário “Olhando pas Estrelas”, lançado na última semana em Nova Iorque, durante o Dance on Camera Festival, no Brave Festival, da Polônia (2016), no Faber des Tanzes da Alemanha (2015), no encerramento das Paraolimpíadas de Londres (2012), e na abertura dos Jogos Parapan Americanos, ao lado da orquestra regida pelo Maestro João Carlos Martins (2007).

A Cia. Ballet de Cegos destaca como suas principais apresentações os espetáculos A Casa de Bonecas (2005), Divertissement (2007), O Quebra Nozes (2008), Coppelia (2009), Dom Quixote (2011), A Bela Adormecida (2012), remontagem de O Quebra-Nozes (2013), Paquita e Le Jardim (2014), Espetáculo Comemorativo aos 20 anos da AFB (2015), Divertissement e A Suíte do Quebra Nozes (2016).

 

Inclusão – A inclusão por meio da dança é tão profícua que, atualmente, além de Ballet Clássico, a escola oferece aulas gratuitas de Sapateado, danças de Salão, Contemporânea, do Ventre e para a Terceira Idade, Expressão Corporal e Teatro para seus assistidos como forma de estimulação a pessoas com deficiência. Atualmente, a AFB também desenvolvendo metodologia para ministrar aulas de Ballet Clássico para cadeirantes. A ideia é que, em breve, seja montada também a Cia. de Ballet para Cadeirantes e a Cia. de Dança Contemporânea.

Sustentabilidade – A manutenção da entidade se dá por meio de apoio corporativo (programas Pronac e Proac), doações de pessoas físicas e jurídicas, da bilheteria de espetáculos do corpo de baile, alunos pagantes da escola e palestras de sensibilização, onde Fernanda Bianchini apresenta sua metodologia de ensino, experiências de vida e realiza dinâmicas com a participação dos bailarinos com objetivos motivacionais.

Reconhecimento e motivação – “Uma bailarina deve sempre olhar para as estrelas, ainda que não as enxergue”, diz Fernanda Bianchini. Em 21 anos de trabalho social, com enorme dedicação ao trabalho social, a AFB já atendeu mais de 500 alunos com algum tipo de deficiência. O intuito da associação é proporcionar motivação, condições de aprendizado, amizade, busca de sonhos e, sobretudo, uma via concreta para a inclusão social. O reconhecimento deste trabalho à sociedade já rendeu mais de 100 premiações e dezenas de homenagens recebidas ao longo desta caminhada.

A AFB oferece aulas nos períodos manhã e tarde, de segunda a sábado, recebendo inscrições de alunos a partir de 3 anos de idade. Mais informações sobre como se inscrever podem ser obtidas pelo telefone 11 50848542 ou ciaballetdecegos@gmail.com. Para mais detalhes acesse http://www. associacaofernandabianchini. org/

Fotos divulgação: imagens da participação da Cia. Ballet de Cegos no documentário “Olhando pras Estrelas, dirigido por Alexandre Peralta