Estrias na Gravidez +Como Previnir, Tratar, Cicatrizar e Mais


Estrias na gravidez, são uma das principais queixas estéticas que atormentam as mulheres e as levam aos consultórios dermatológicos. Mesmo sem representar qualquer risco à saúde física da mãe ou do bebê, para algumas mulheres, as estrias podem se tornar uma grande “dor de cabeça” quando não prevenidas e se não tratadas corretamente. O pior é que as esse tipo de estria é mais comuns do que a gente gostaria.


Segundo levantamentos, o surgimento de estrias na gravidez, chamadas de estrias gravídicas (striae gravidarum), afetam cerca de 70% a 90% das gestantes (CHANG et al.,2004; SALTER et al., 2006). Exatamente por isso esse é um tema tão relevante na vida das grávidas.

Durante a gravidez, devidas grandes alterações hormonais, algumas mulheres podem ficar mais sensíveis e vulneráveis à desconfortos em relação à sua aparência, que muda muito neste período. Além disso, estudos apontam que quando as estrias começam a aparecer, elas podem produzir um impacto emocional grande na vida da grávida.

Pensando em todas as mamães e futuras mamães desde nosso Brasil, que já tiveram estrias, estão passando por este problema neste exato momento, ou que estão nos primeiros dias de gestação e gostariam de saber mais sobre este assunto, neste artigo, vamos falar sobre:

  • Quando elas aparece?
  • Tipos de Estrias
  • Localização das Estrias durante a Gravidez
  • Estrias Tem Cura?
  • Como evitar as estrias?
  • Quando tratar as Estrias da Gravidez?

Saiba tudo sobre Estrias na Gravidez

O que são estrias?

Nossa pele é sustentada por fibras de colágeno e elastina (como mostra a imagem abaixo). Quando nosso corpo começa a aumentar (por gravidez, ganho de peso ou ganho muscular) o tecido da pele é obrigado a expandir rapidamente, em alguns casos, este esticamento pode causar uma ruptura nestas fibras de colágeno e elastina.

 

Depois de rompidas, nosso corpo trabalha para que estas rupturas sejam cicatrizadas. As estrias são cicatrizes que se formam posteriormente a uma destruição / ruptura / estiramento ou distensão das fibras de colágeno e elastina presentes na pele. O aparecimento de estrias também está ligado à fatores genéticos.

Estrias na gravidez quando aparece?

Na gravidez as estrias ocorrem geralmente no terceiro trimestre, quando o bebê está crescendo mais.

Fatores de Risco para o Aparecimento

  • Rápido crescimento na região abdominal e seios são os principais fatores que levam a estrias na gravidez.
  • Alterações hormonais: hormônios como estrogênio, cortisol, relaxinas, comuns nas gestantes, contribuem para que as fibras da pele fiquem enfraquecidas, aumentando as chances dos estiramentos.
  • Fatores Genéticos: A pele é um fator predominantemente genético, por isso se suas familiares (mãe, avós, tias e primas) tiveram estrias, por conter fatores genéticos similares, você poderá ter estrias também.
  • Idade da Gestante: Estudos apontam que gestantes com menos de 25 tem mais tendência a ter estrias do que as gestantes com mais de 30 anos.
  • Primeira gestação: O risco de desenvolver estrias é sempre maior na primeira gestação do que nas gestações subsequentes.
  • Tamanho do Bebê / Gêmeos: O peso do bebê afeta o tamanho da barriga. Quando gêmeos a barriga geralmente fica maior. Quando maior o tamanho da barriga, maior as chances de desenvolver estrias.
  • Ganho de peso na gravidez: a obesidade gestacional faz a barriga ficar ainda maior do que apenas com a gestação e isso ajuda o surgimento de estrias.

Tipos de Estrias

Vermelhas / Roxas: são as chamadas estrias recentes. Normalmente, na sua fase inicial, as estrias apresentam-se avermelhadas ou arroxeadas, e vão gradativamente assumindo a coloração branca. Elas ganham esta tonalidade pois junto ao estiramento da fibra, ocorrem também alguns estiramentos de pequenos vasos sanguíneos.

Brancas: são as estrias antigas, que já não apresentam reação inflamatória.

Atróficas: apresentam-se deprimidas em relação à superfície da pele.

Hipertróficas: fazem relevo com relação à superfície da pele.

Localização das Estrias na Gravidez

Na gestação, geralmente as estrias se distribuem no abdômen, circundando a cicatriz umbilical, podendo aparecer também nos seios, glúteoscoxas principalmente quando a gestação é acompanhada de ganho excessivo de peso. É fundamental não esquecer de nenhuma destas áreas quando se estiver iniciando o tratamento preventivo das estrias.

As estrias em gestantes são encontradas mais comumente no abdome, no quadril, nas nádegas e nos seios (SALLET, 2003).

Estrias Tem Cura?

As estrias são como qualquer outro tipo de cicatriz, por isso elas não tem cura, não são uma doença, são “apenas” uma cicatriz. Depois que uma cicatriz aparece em nossa pele, ela tende a diminuir com o passar do tempo, pode diminuir com tratamentos específicos e também pode ser retirada junto de um pedaço de pele que esteja sobrando, quando realizada uma cirurgia estética. Porém a má notícia é que suas fibras depois de estiradas nunca mais voltarão a ser como eram e as cicatrizes apesar de minimizadas, ficarão para sempre.

Como evitar estrias na Gravidez?

Como já vimos as estrias são muito mais comuns do que gostaríamos e depois de formadas, como são cicatrizes, elas também precisam de tratamento para diminuir de tamanho e minimizar seus efeitos estéticos.

Por isso, uma das melhores coisas a se fazer, desde o início da gestação, é a prevenção das estrias. Confira agora algumas ações que podem contribuir para evitar o aparecimento destas estrias gestacionais:

  • Beba Agua: Beber água ajuda na hidratação da pele.
  • Alimentação Saudável e Exercícios: O acúmulo de gordura abdominal e a gestação são fatores que somados são um grande indicativo para um possível aparecimento de estrias. Por isso, é fundamental desenvolver uma alimentação saudável e fazer exercícios, sempre acompanhados por médicos e profissionais responsáveis, buscando em primeiro lugar a sua saúde e a saúde do bebê e evitando um ganho de sobrepeso excessivo durante a gestação.
  • Nutrir a pele de dentro para fora. Coma alimentos ricos em vitamina A, C, E e zinco. Todas estas fontes de vitamina influenciam na hidratação e resistência da pele, ajudando a prevenção de estrias na gravidez. Aqui estão alguns exemplos de alimentos que contém estas vitaminas: Laranja, Limão, Lima, Kiwi, Melancia, Manga, Tomate, Cenoura, Brócolis.
  • Evitar banhos quentes e sabões secativos, principalmente nas áreas das mamas, abdômen e quadris. Isso porque parte da elasticidade da pele está diretamente ligada a sua hidratação. Quando você limpa esta pele tirando o seu equilíbrio natural, você pode estar diminuindo seu poder de elasticidade. Para estas áreas, o recomendado é a utilização de um óleo de banho, que limpa, perfuma e hidrata, sem agredir a pele.
  • Cremes hidratantes e óleos ricos em Vitamina E, são super recomendados para fornecer a hidratação da pele durante a gravidez e ajudam a reduzir as chances do aparecimento de estrias, pois aumentam a elasticidade da pele. Os cremes e óleos devem ser aplicado a partir já no início da gestação em áreas que sejam propensas a estrias como os mamas, glúteos, coxas, abdômen e seios.
  • Massagens: Ao passar seu creme ou óleo, aproveite para massagear a barriga e as mamas. As massagens ajudam a ativar a circulação sanguínea destas regiões.
  • A drenagem linfática leve (especial para grávidas) pode ser um ótimo recurso para diminuir a retenção de líquidos e evitar ainda mais os estiramentos da pele. A drenagem linfática é o tratamento estético mais indicado para a gestante. É uma massagem suave e lenta, que ajuda a reduzir a retenção de liquido no corpo e diminui os inchaços típicos da gravidez, auxiliando assim na redução da celulite e no aparecimento de varicosidades (SALLET, 2003).

FONTE: Sabendo-se que parte da elasticidade da pele é dada pela quantidade de àgua no estrato córneo, a utilização de hidratantes durante a gestação e de fundamental importância devido ao aumento da distensão da pele nesse período, auxiliando naprevenção da formação de estrias(KEDE, 2009).

Quando tratar as Estrias da Gravidez?

Em casos de não gravidez, as estrias devem ser tratadas assim que aparecem, quando ainda estão roxas ou avermelhadas pois tem um melhor resultado. Porém se as estrias surgirem durante a gravidez, o tratamento só poderá ser iniciado quando os níveis hormonais regredirem até aos níveis anteriores à gravidez (GUIRRO, 2004). Isso quer dizer que as grávidas devem aguardar o final da gestação e aguardar a liberação do médico para iniciar qualquer tipo de tratamento.

CUIDADO: Depois de liberadas pelo médico, as mamães podem então iniciar os tratamentos ainda no período de amamentação. Os tratamentos de estrias em fase de amamentação devem utilizar apenas produtos autorizados pelos médicos, nunca sendo a base de retinol / ácido retinóico. Tratamentos químicos, como os com cremes a base de derivados da vitamina A, como ácido retinoico, passam para o leite materno e são prejudiciais ao bebê.

 

A eficácia de qualquer tratamento para estrias irá depender da fase, espessura e do local em que a estria está localizada. A genética do paciente, a raça, a idade e a produção de colágeno individual são fatores que também influenciam no sucesso do tratamento.

Já parou de amamentar e procura um creme para acabar com as estrias em casa? Conheça o Cicatrissim.

Conheça o Cicatrissim

O Cicatrissim, é um creme composto por extrato de vegetais de plantas medicinais. Feito à base de barbatimão, rosa mosqueta, aloe vera e ácido glicólico, o creme ajuda a reduzir estrias brancas e vermelhas, até mesmo as mais profundas.

Barbatimão é o componente principal e exclusivo até então em cosméticos com essa finalidade. A árvore pouco conhecida é proveniente do cerrado brasileiro e sua casca apresenta ação cicatrizante devido a grande quantidade de taninos. Juntamente com óleo de rosa mosqueta, capaz de rejuvenescer; a aloe vera, potente na hidratação; e ao ácido glicólico, que estimula a produção de colágeno, surgiu a fórmula 100% natural do CicatriSSim.

“O produto deve ser usado diariamente, antes de dormir. Geralmente é possível notar melhora inicial nas estrias vermelhas a partir de um mês de uso de CicatriSSim. Já para estrias brancas, é necessário mais paciência, pois o tratamento é mais lento e a melhora inicial é notada a partir de dois ou três meses”, explica Guilherme Assumpção, farmacêutico especialista em plantas medicinais e desenvolvedor do CicatriSSim.

 

Cicatrissim é bom?

Sim, é ótimo e tem resultados comprovados:

  • 87% Melhora geral do aspecto da estria
  • 77% Melhora na textura das estrias
  • 68% Melhora na rigidez das estrias
  • 68% Melhora na profundidade das estrias

* Estudo de eficácia clínica subjetiva para avaliação do efeito na redução de estrias, com aceitabilidade dermatológica e apreciabilidade cosmética, realizado com 31 mulheres em apenas 1 mês.

Resultados do Tratamento para Estrias Após a Gravidez com Cicatrissim

Dá só uma olhada no poder do Cicatrissim após a gravidez.

 

Cicatrissim Antes e Depois Estrias Vermelhas

Confira alguns resultados de tratamentos de estrias vermelhas feitos com o Cicatrissim com fotos de antes e depois:


 

 

Cicatrissim Antes e Depois Estrias Brancas

Confira alguns resultados de tratamentos de estrias brancas feitos com o Cicatrissim com fotos de antes e depois:

Modo de uso:

Aplicar uma fina camada no período da noite sobre a região afetada e massagear para garantir a penetração do creme. Repetir o processo diariamente. CicatriSSim é rapidamente absorvido e não deixa a pele oleosa. O produto não mancha a roupa, sendo assim, deve-se aplicar o creme e deixá-lo na pele depois que é absorvido.

Precauções:

  • Evitar exposição solar direta durante o uso do produto e usar filtro solar durante o dia na região das estrias.
  • Durante a primeira semana de uso, aplicar pequenas quantidades do produto, em dias alternados.
  • Não há estudos sobre o uso de CicatriSSim em mulheres grávidas, portanto seu uso durante a gravidez somente deve ser feito com indicação médica.

Manter o produto em local fresco e seco, ao abrigo da luz e fora do alcance de crianças.

Onde comprar:

O valor do creme CicatriSSim é R$109 e pode ser adquirido diretamente no site com entrega para todo o país. Visite: www.cicatrissim.com.br / No site você vai encontrar também algumas promoções onde você compra mais de uma unidade e ganha um descontinho especial. Perfeito para quem vai fazer um tratamento a longo prazo.

E aí, gostou da dicas e informações sobre estrias? Já conhecia o CicatriSSim? Compartilhe suas experiências com a gente e com outras leitoras como eu e você! Vai ser super legar saber a sua opinião e ter contato com outras ideias, dicas e comentários.

Beijos e até a próxima!